Planejamento Energético

A EPE tem como competência elaborar estudos e análises que nortearão as escolhas do Estado com vistas à promoção da prestação eficiente do serviço público e do desenvolvimento eficaz de todo o setor de energia, para melhor atender o bem-estar social, o interesse coletivo e o desenvolvimento sustentável.

A partir das definições das diretrizes de política energética, se desenvolvem os estudos e as pesquisas que irão efetivamente nortear o desenvolvimento do setor energético. Esse conjunto de estudos e pesquisas, quando sistematizados e continuados, constitui o ciclo de planejamento energético integrado e produzem instrumentos importantes para ações e monitoramento, como os planos decenais, planos de longo prazo, boletins e resenhas periódicas, análises de conjuntura e estudos específicos.

Os resultados desses estudos e pesquisas são utilizados diretamente no outro grupamento de análises, com ênfase na formulação e na avaliação de alternativas para atendimento dos serviços energéticos do país, em especial, no elenco de projetos e na elaboração de um plano de ação comercial – por exemplo, através dos leilões de geração e transmissão de energia elétrica- para a viabilização da expansão da oferta de energia, conforme as diretrizes, princípios e metas definidos, em geral, pela União através dos órgãos competentes, como o Conselho Nacional de Política Energética e o Ministério de Minas e Energia.

Os estudos e pesquisas associados às etapas de planejamento energético podem ser divididos, para fins didáticos, em metodologias e estudos de planejamento.

Aqui você encontra mais informações sobre cada uma destas atividades. 


Últimas Notícias da área de atuação

País precisa diversificar fontes de energia sem gerar ineficiências

13/02/2019 - País precisa diversificar fontes de energia sem gerar ineficiências Responsável pela coordenação dos estudos que subsidiarão o pla- nejamento energético do governo de Jair Bolsonaro, o presidente da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Thiago Barral, vê com bons olhos o avanço da energia eólica e solar e a diversificação dos recur- sos energéticos brasileiros. Ele en- tende, no entanto, que há necessi- dade de aperfeiçoamento do mo- delo de avaliação da segurança energética do país em relação ao novo cenário e que a solução deve ter razoabilidade econômica, para não onerar consumidores nem prejudicar investidores

EPE participa da solenidade de assinatura do Protocolo de Intenções entre Porto Central e Porto de Pecém

06/02/2019 - O diretor de Estudos do Petróleo Gás e Biocombustíveis, José Mauro Coelho, acompanhado de seu assessor, Alexandre Cobbett, representando a EPE e o secretário de Petróleo Gás e Biocombustíveis do MME, Márcio Félix, participou e discursou na solenidade de Assinatura do Protocolo de Intenções entre Porto Central, situado no Espírito Santo, na sede da FINDES, Federação das Indústrias do Estado do Espírito Santo

Resenha Mensal - consumo de energia elétrica com pequena alta de 0,5% em dezembro

31/01/2019 - A demanda nacional de energia elétrica na rede totalizou 39.771 GWh em dezembro, representando crescimento de 0,5% em relação ao mesmo mês de 2017. No ano, a variação foi de +1,1% frente ao ano anterior.

Últimas publicações da área de atuação

Relatório de Planejamento para Atendimento aos Sistemas Isolados, Horizonte 2023 – Ciclo 2018

Relatório elaborado pela EPE em atendimento à Portaria MME nº 67/2018 publicada em março de 2018.

Relatório Especial em Inglês sobre a Conjuntura da Indústria Petrolífera Brasileira

O relatório no link abaixo realça como fatos e eventos relevantes impulsionaram o desenvolvimento do setor de petróleo no País.