EPE, APEX-Brasil e British Council realizaram o webinar: "Plano de Expansão de Energia (PDE 2026): Perspectivas de Renováveis no Brasil"

Na tarde do dia primeiro de março, a Agência Brasileira de Promoção de Comércio e Investimentos (Apex-Brasil) em parceria com a Empresa de Pesquisa Energética (EPE) e o Departamento de Comércio Internacional (DIT) do Consulado Britânico do Rio de Janeiro, realizaram o webinar "Plano de Expansão de Energia (PDE 2026 ): Perspectivas de Renováveis no Brasil".

Na programação, a Apex realizou a apresentação de abertura “The work of Apex-Brasil on the attraction of foreign investments in renewables” e, em seguida, a participação do presidente da EPE, Luiz Augusto Barroso, fez uma introdução institucional e apresentou o Plano de Expansão de Energia (PDE 2026)". Para finalizar, houve a apresentação de Reuben Aitken, do Departamento de Comércio Internacional do Consulado Britânico do Rio de Janeiro. O webinar foi um sucesso de audiência.

O PDE 2026 contempla as perspectivas de expansão na geração e transmissão de energia ao longo de um período de dez anos, para que os investidores possam orientar suas decisões de negócios. Através de uma visão integrada, o plano apresenta informações úteis para os investidores e uma análise de itens como o espaço de mercado para novos investimentos, cenários para a futura combinação de tecnologia, saldo de oferta e demanda, custo marginal de longo prazo, entre outros.

Quem assistiu à transmissão ao vivo pôde melhor avaliar os resultados dos estudos do PDE 2026, cujo planejamento está prevendo uma expansão de 73,6 GW na capacidade instalada do Sistema Interligado Brasileiro (SIN) na próxima década, com aproximadamente 47% desse valor relacionado a fontes renováveis e não hidrelétricas.

Confira o vídeo da transmissão do webinar, a apresentação do presidente Luiz Augusto Barroso e também as demais apresentações realizadas.

Para mais informações entre em contato com a Apex-Brasil através por meio do endereço eletrônico: investinbrasil@apexbrasil.com.br.


Webinar01.jpg

Foto cedida pela Apex-Brasil


Notícias Relacionadas

EPE realiza reuniões em Roraima

25/03/2019 - A equipe técnica da Empresa de Pesquisa Energética - EPE, empresa pública vinculada ao Ministério de Minas e Energia, foi recebida no dia 22 de março pelo governador de Roraima, Antônio Denarium, e membros do governo estadual, em Boa Vista. A EPE está desenvolvendo os estudos de viabilidade técnico-econômica e de impacto ambiental da usina hidrelétrica Bem Querer, no Rio Branco, e na reunião os técnicos puderam apresentar o estágio atual desses estudos e as etapas do projeto.

Presidente da EPE ministra aula inaugural do Programa de Planejamento Energético da COPPE/UFRJ

25/03/2019 - Aconteceu hoje, às 14h, na Cidade Universitária do Fundão, O presidente da EPE, Thiago Barral, ministrou hoje a aula inaugural do Programa de Planejamento Energético da COPPE/UFRJ.

EPE participa do debate de governança do mercado livre de energia

21/03/2019 - Casos de comercializadoras que não entregaram o que venderam trouxeram à tona temas essenciais para o desenvolvimento do mercado livre de energia, incluindo avançar em uma solução efetiva ao risco hidrológico – mais conhecido como GSF (Generation Scaling Factor) –, em uma nova governança e em maior transparência. Esses foram os principais pontos em análise no club meeting promovido pelo GRI Club Infra nesta quarta-feira, 20/03, no escritório Trench, Rossi e Watanabe Advogados em São Paulo.

EPE apresenta relatório técnico à prefeitura de Iracema

20/03/2019 - Representantes técnicos da EPE - Empresa de Pesquisa Energética foram recebidos pelo chefe de gabinete Waldemir Sousa na manhã desta terça-feira, 19 de março, para tratar de assuntos relacionados a continuidade da elaboração do relatório ambiental e social que dará o aval ou não da expedição da licença prévia para construção da hidrelétrica bem querer.

EPE participa do Workshop de Infraestrutura – Aperfeiçoamentos do Mercado de Geração Hídrica

20/03/2019 - Chuvas abaixo da média e mudanças estruturais no setor elétrico têm causado impactos relevantes nos geradores hidrelétricos, no funcionamento do mercado e no bolso dos consumidores. Diante desse cenário, a Federação das Indústria de São Paulo ( fIESP) organizou um workshop para discussão de ajustes no atual modelo regulatório e de aperfeiçoamentos na formação de preços, na alocação de riscos e na operação do sistema.