EPE comemora 10 anos do lançamento da Análise de Conjuntura dos Biocombustíveis

EPE celebra 10 anos do lançamento do documento de Análise de Conjuntura dos Biocombustíveis com evento que aconteceu no dia 28 de junho, nas dependências da instituição. O documento desenvolvido pela equipe de Biocombustíveis da EPE, de periodicidade anual, tem como objetivo consolidar os fatos mais relevantes referentes aos biocombustíveis que ocorreram no ano anterior à sua divulgação, estimulando a discussão por meio de artigos que compõem cada edição.

IMG_0003.jpg

O presidente da EPE, Thiago Barral deu início a mesa de abertura, seguido do diretor de Estudos do Petróleo, Gás e Biocombustíveis, José Mauro Ferreira, da secretária adjunta de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis do MME, Renata Isfer e do superintendente de Produção de Combustíveis da ANP, Thyago Grotti. A apresentação do documento foi realizada pela consultora técnica da EPE, Angela Oliveira.

Nesta edição especial de dez anos, além da avaliação dos principais acontecimentos ocorridos em 2018, o documento apresenta o artigo "O papel dos biocombustíveis na matriz energética nacional", um resumo da evolução na última década, com destaque à segurança do abastecimento e à mitigação das emissões de gases de efeito estufa. Confira aqui a última publicação. 

Sobre a Análise de Conjuntura dos Biocombustíveis

A publicação ocorre no segundo trimestre do ano, após o fechamento da safra sucroenergética e da consolidação das estatísticas dos mais importantes órgãos da área. Por apresentar em um único documento as análises dos principais temas concernentes ao setor de biocombustíveis em âmbito nacional, sua divulgação auxilia no acompanhamento da dinâmica e na compreensão dos fatores que impactam nos resultados apresentados por este segmento.

Os principais temas abordados são: a oferta e demanda de etanol e sua infraestrutura de produção e transporte, o mercado de biodiesel, a participação da bioeletricidade na matriz nacional e nos leilões de energia, o mercado internacional de biocombustíveis, as expectativas para os novos biocombustíveis e as emissões de gases de efeito estufa evitadas pela utilização dessas fontes renováveis de energia e o acompanhamento da Política Nacional de Biocombustíveis - RenovaBio. Por contribuir para a redução da assimetria de informações, este produto tornou-se fonte de referência e instrumento de apoio para o governo, para o setor de biocombustíveis e para os demais setores da sociedade. Acesse aqui as publicações anteriores e assista aqui ao vídeo institucional. 


Notícias Relacionadas

José Mauro Ferreira, diretor da EPE, é o novo secretário de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis do MME

06/04/2020 - José Mauro Ferreira, diretor da Empresa de Pesquisa Energética (EPE) será o novo secretário de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis do MME. A portaria de nomeação foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) de hoje, 6 de abril.

Como viabilizar o aproveitamento energético dos Resíduos Sólidos Urbanos?

06/04/2020 - Após a publicação do Informe Técnico “Potencial Energético dos Resíduos Urbanos”, no final de 2019, a EPE publica agora um novo estudo, avançando as análises anteriores. O novo Informe busca avaliar os modelos de negócios para a viabilização do aproveitamento energético dos Resíduos Sólidos Urbanos (RSU), com foco na produção de eletricidade

Resenha Mensal - consumo de energia elétrica com redução de 1,3% em fevereiro

31/03/2020 - O consumo nacional de eletricidade totalizou 40.697 GWh em fevereiro, representando uma queda de 1,3% em relação ao mês de 2019, sob influência maior das regiões Sudeste (-3,7%) e Sul (-1,9%). Entre as regiões geográficas, somente a Região Norte (+17,7%) registrou alta no consumo de energia elétrica. As demais, Sudeste (-3,7%), Sul (-1,9%), Centro-Oeste (-0,6%) e Nordeste (-0,3%) apresentaram queda.

1ª Revisão Quadrimestral 2020: explicando os fundamentos do cenário

31/03/2020 - Em meio às discussões sobre os eventuais impactos da pandemia do coronavírus (ou COVID-19) no País, a 1ª Revisão Quadrimestral das Projeções da demanda de energia elétrica do Sistema Interligado Nacional 2020-2024, elaborada em conjunto por Empresa de Pesquisa Energética – EPE, Operador Nacional do Sistema Elétrico – ONS e Câmara de Comercialização de Energia Elétrica – CCEE, teve o papel de reavaliar o cenário de expansão da demanda elétrica.

EPE, ONS e ANEEL divulgam Nota Técnica com Margens de Capacidade para Escoamento de Energia Elétrica para o Leilão de Energia Nova A-4 de 2020.

27/03/2020 - A Empresa de Pesquisa Energética - EPE divulga a Nota Técnica 25/2020, do Operador Nacional do Sistema (ONS), contendo os quantitativos da capacidade de escoamento de energia elétrica de todos os barramentos da Rede Básica, DIT (Demais Instalações de Transmissão) e ICG (Instalações Compartilhadas de Geração) indicados pelos empreendedores no Sistema AEGE no ato do cadastramento do Leilão de Energia Nova A-4 de 2020.