EPE divulga primeira edição do Plano Indicativo de Gasodutos (PIG) na Rio Pipeline

​O Plano Indicativo de Gasodutos (PIG) da EPE foi divulgado na plenária do último dia (5) da Rio Pipeline 2019. O evento foi uma oportunidade à EPE promover pesquisas que são fundamentais para o novo mercado do gás e para os investimentos no segmento dutoviário.

No estudo em questão, foram analisadas oportunidades de expansão da malha nacional. No evento também foi divulgado o Plano Indicativo de Processamento e Escoamento de Gás Natural (PIPE). Os relatórios dos estudos estarão disponíveis no portal da EPE a partir do dia 30 de setembro. Além dos trabalhos relacionados a gás, foi apresentado o Plano Indicativo de Oleodutos (PIO), de líquidos, óleos e derivados, o qual a expectativa é de que seja divulgado no próximo ano.

A finalidade das pesquisas é coordenar as decisões dos agentes envolvidos nas atividades econômicas da cadeia do gás natural no país, para ancorar as expectativas e motivar as decisões de investimento dos agentes. Em depoimento durante a inauguração do estande, o diretor de Petróleo, Gás e Biocombustíveis da EPE, José Mauro Coelho, apontou as perspectivas em relação às pesquisas: "Desde o início (Janeiro), quando nós começamos o trabalho com os transportadores de gás natural, nos comprometemos a fazer o lançamento dos planos da EPE aqui na Rio Pipeline. Estamos cumprindo isso e vamos estar apresentando o plano indicativo de escoamento da região offshore para a costa brasileira. "

Os estudos estão sendo tratados nas apresentações, nas plenárias e nos fóruns de escoamento, mas também nos 11 trabalhos técnicos aprovados na Rio Pipeline. "Não queremos criar ilhas de transporte, mas criar um sistema de transporte integrado. Para isto, a nossa malha de transporte tem que crescer. Se fala muito de escoamento, que é necessário, mas o transporte também é necessário, pois não adianta chegar gás na costa e não conseguirmos colocar este gás na nossa malha de transporte." Anunciou o diretor.

A presença da EPE durante os três dias de evento foi satisfatória para toda a equipe. A interação com o público superou as expectativas. Um exemplo foi o interesse dos presentes nas miniapresentações que ocorreram dentro do próprio estande da EPE, que atraiu muitos visitantes.

Pipeline 1.jpg

Pipeline 2.jpg

Notícias Relacionadas

Leilões de Energia Existente A-4 e A-5 de 2020: EPE publica revisão do Informe Técnico sobre Preços de Referência dos Combustíveis

18/11/2019 - A Empresa de Pesquisa Energética - EPE publica uma revisão do Informe Técnico com as referências de preços de combustíveis para os Leilões de Energia Existente A-4 e A-5 de 2020.

EPE disponibiliza edição 2019 do BEN – Balanço Energético Nacional

18/11/2019 - A EPE – Empresa de Pesquisa Energética tem a grata satisfação de disponibilizar mais esta edição do BEN – Balanço Energético Nacional, publicação anual e de competência desta instituição, fundamental para atividades de planejamento e acompanhamento do setor energético nacional.

EPE palestra no Quartel General do Exército Brasileiro em Brasília

14/11/2019 - A EPE esteve no Quartel General do Exército Brasileiro, em Brasília, na última terça (12) para proferir palestra aos Oficiais Generais e Superiores do Exército Brasileiro, que ocorreu no Departamento de Ciência e Tecnologia do Exército.

EPE abre Consulta Pública do documento Zoneamento Nacional de Recursos de Óleo e Gás 2019

14/11/2019 - A Empresa de Pesquisa Energética - EPE abre em 14/11/2019 a Consulta Pública do documento “Zoneamento Nacional de Recursos de Óleo e Gás 2019”. O Zoneamento é um estudo contínuo realizado em ciclos pela EPE para apoiar o Ministério de Minas e Energia - MME na elaboração do planejamento energético do País.

EPE e IEA convidam para o evento: Technical Workshop Brazilian Power System Transformation

14/11/2019 - O Setor Elétrico Brasileiro deverá sofrer mudanças significativas em um futuro próximo. O aumento da penetração das energias renováveis surge com o impulso de modernizar o sistema de energia, possibilitando a introdução de novas tecnologias no setor.