EPE participa da 7ª Conferência de Energia e Recursos Naturais da América Latina

A transformação do setor de Energia e Recursos Naturais, que vem acelerando, de forma constante, a tecnologia que tem transformado os negócios, a massificação da busca por energia renovável pelas grandes empresas do setor e os direcionamentos governamentais mostram que os altos executivos do setor precisam encontrar maneiras cada vez mais assertivas de como inovar dentro do mercado para permanecer sustentável no curto e no longo prazo. Neste momento os tomadores de decisão precisam compartilhar ideias e obter insights de executivos de todo o mundo de forma a mergulhar nos principais desafios atuais.

A Conferência de Energia e Recursos Naturais da América Latina se estabeleceu como um encontro estratégico para tomadores de decisão. O motivo é fácil de entender: em todas as suas últimas seis edições, a Conferência foi capaz de manter um alto nível de discussões promovidas por palestrantes e autoridades do Brasil e América Latina, recebendo mais de 1.700 executivos do setor.

Promovida pla KPMG, a 7ª edição da conferência foi realizada com o intuito de encontrar os caminhos mais assertivos para os principais problemas, a KPMG preparou apresentações e painéis, que contarão com a participação de importantes executivos do setor, para tratar das perspectivas e soluções para os desafios que estão impactando o ambiente de negócios na região e no mundo. A EPE participou da programação com dois diretores painelistas: Amilcar Gonçalves Guerreiro, Diretor de Estudos de Energia Elétrica,  falou sobre os principais desafios para o setor nacional e José Mauro Coelho, Diretor de Estudos do Petróleo, Gás e Biocombustíveis, falou sobre o planejamento energético integrado em uma era de transição e os demais destravamentos regulatórios para o fomento da indústria.


Amilcar.JPG
Amilcar Gonçalves Guerreiro, Diretor de Estudos de Energia Elétrica

Josemauro.jpg
José Mauro Coelho, Diretor de Estudos do Petróleo, Gás e Biocombustíveis

Fonte de Texto e  imagem: KPMG


Notícias Relacionadas

EPE organiza Workshop de Critérios de Garantia de Suprimento

18/07/2019 - O workshop aconteceu dia 17 de julho, no auditório do RB1, no Rio de Janeiro. O objetivo do evento oferecido pela EPE foi apresentar e discutir com os agentes uma proposta de revisão dos atuais critérios de garantia de suprimento, uma iniciativa que ocorreu no âmbito do GT Modernização do Setor Elétrico.

EPE realiza Seminário Sobre Indicadores de Eficiência Energética

18/07/2019 - Aconteceu dia 16 de julho o Seminário sobre Indicadores de Eficiência Energética organizado pela EPE. O evento ocorreu nas dependências da instituição, das 9h às 13h. A abertura do seminário contou com a participação do presidente da EPE Thiago Barral, da representante do Ministério de Minas e Energia (MME) Samira Souza, da representante da Internacional Energy Agency (IEA) Edith Bayer e foi mediado pelo superintende da EPE, Jeferson Soares.

EPE promove, em parceria com o IBP, a segunda edição do Ciclo de Debates para Transição Energética 2019

17/07/2019 - A Empresa de Pesquisa Energética (EPE) promoveu, em parceria com o IBP, a segunda edição do Ciclo de Debates para Transição Energética 2019. O evento aconteceu no dia 02 de julho, no Prodigy Hotel, no Rio de Janeiro.

Por que queremos novos critérios de suprimento?

15/07/2019 - No próximo dia 17 de julho a EPE realizará no seu auditório um workshop para apresentar e discutir com os agentes uma proposta de revisão dos atuais critérios de garantia de suprimento. Essa iniciativa ocorrerá no âmbito do GT Modernização do Setor Elétrico e contará com transmissão pelo canal da EPE no Youtube. Esse workshop antecede a abertura de uma consulta pública sobre o tema. Mas afinal, do que se tratam, por que eles são tão importantes e o que se pretende com a sua revisão?

Contribua com o Relatório sobre Critério de Garantia de Suprimento

15/07/2019 - O Grupo Temático de Critério de Suprimento, coordenado pela EPE, elaborou um diagnóstico sobre a situação atual dos critérios de garantia de suprimento e propõe reflexões sobre a inclusão de novos atributos ao critério brasileiro.