EPE participa do Workshop “Gás Natural da Amazônia - Garantia de Desenvolvimento Sustentável para o Estado”

O Workshop "Gás Natural da Amazônia - Garantia de Desenvolvimento Sustentável para o Estado" aconteceu dia 20 de agosto, em Manaus. O diretor de Estudos do Petróleo, Gás e Biocombustíveis, José Mauro Coelho, e o superintendente de Petróleo e Gás Natural, Marcos Frederico Farias de Souza, representaram a EPE no seminário.

A mesa de abertura do evento teve a participação do diretor José Mauro (EPE), do diretor da ANP, José Cesário Cecchi, da diretora do Departamento de Gás Natural do Ministério de Minas e Energia, Symone Araújo, do deputado federal e presidente da Comissão de Minas e Energia da Câmara dos Deputados do AM, Silas Câmara, do governador do estado do Amazonas, Wilson Lima, e do vice diretor geral da Rosneft, Alexandre Quadrado. 

mesadeabertura.jpg

O superintendente Marcos Frederico (EPE), palestrou sobre o tema "Potencial Geológico da Bacia do Solimões". Durante a apresentação, Marcos Frederico apontou, dentre diversos assuntos, o "Zoneamento Nacional de Recursos de Óleo e Gás", especialmente a Bacia do Solimões, sua Importância petrolífera e seu potencial exploratório, além da Produção Potencial de Gás Natural dessa Bacia - cenário até 2030 e os principais Desafios para a Monetização do Potencial de Gás no Amazonas. Confira a apresentação aqui

Organizado pela Rosneft Brasil e o Governo do Estado do Amazonas, o workshop teve como objetivo discutir a modernização da exploração do Gás Natural do Amazonas, o Novo Mercado de Gás, o Acesso à Infraestrutura, o Potencial Geológico da Bacia do Solimões e o Projeto de Gás do Solimões. Em junho de 2019, a Rosneft e o Governo do Amazonas assinaram uma carta de intenções que concede ao Projeto de Gás do Solimões o status de prioritário para o Estado. O projeto tem diversos benefícios mapeados para a economia local, como o potencial de aumentar a arrecadação de tributos e a geração de milhares de empregos diretos e indiretos.

José Mauro.JPG

Notícias Relacionadas

José Mauro Ferreira, diretor da EPE, é o novo secretário de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis do MME

06/04/2020 - José Mauro Ferreira, diretor da Empresa de Pesquisa Energética (EPE) será o novo secretário de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis do MME. A portaria de nomeação foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) de hoje, 6 de abril.

Como viabilizar o aproveitamento energético dos Resíduos Sólidos Urbanos?

06/04/2020 - Após a publicação do Informe Técnico “Potencial Energético dos Resíduos Urbanos”, no final de 2019, a EPE publica agora um novo estudo, avançando as análises anteriores. O novo Informe busca avaliar os modelos de negócios para a viabilização do aproveitamento energético dos Resíduos Sólidos Urbanos (RSU), com foco na produção de eletricidade

Resenha Mensal - consumo de energia elétrica com redução de 1,3% em fevereiro

31/03/2020 - O consumo nacional de eletricidade totalizou 40.697 GWh em fevereiro, representando uma queda de 1,3% em relação ao mês de 2019, sob influência maior das regiões Sudeste (-3,7%) e Sul (-1,9%). Entre as regiões geográficas, somente a Região Norte (+17,7%) registrou alta no consumo de energia elétrica. As demais, Sudeste (-3,7%), Sul (-1,9%), Centro-Oeste (-0,6%) e Nordeste (-0,3%) apresentaram queda.

1ª Revisão Quadrimestral 2020: explicando os fundamentos do cenário

31/03/2020 - Em meio às discussões sobre os eventuais impactos da pandemia do coronavírus (ou COVID-19) no País, a 1ª Revisão Quadrimestral das Projeções da demanda de energia elétrica do Sistema Interligado Nacional 2020-2024, elaborada em conjunto por Empresa de Pesquisa Energética – EPE, Operador Nacional do Sistema Elétrico – ONS e Câmara de Comercialização de Energia Elétrica – CCEE, teve o papel de reavaliar o cenário de expansão da demanda elétrica.

EPE, ONS e ANEEL divulgam Nota Técnica com Margens de Capacidade para Escoamento de Energia Elétrica para o Leilão de Energia Nova A-4 de 2020.

27/03/2020 - A Empresa de Pesquisa Energética - EPE divulga a Nota Técnica 25/2020, do Operador Nacional do Sistema (ONS), contendo os quantitativos da capacidade de escoamento de energia elétrica de todos os barramentos da Rede Básica, DIT (Demais Instalações de Transmissão) e ICG (Instalações Compartilhadas de Geração) indicados pelos empreendedores no Sistema AEGE no ato do cadastramento do Leilão de Energia Nova A-4 de 2020.