EPE publica estudo de expansão da transmissão para a Zona da Mata Mineira

Foi emitido no dia 26 de junho o "Estudo de Atendimento à Zona da Mata Mineira e Região da Mantiqueira", elaborado pela equipe da Superintendência de Transmissão de Energia (STE) em conjunto com a Superintendência de Meio Ambiente (SMA). O estudo contou com a colaboração e participação efetiva de duas distribuidoras – Energisa Minas Gerais e Cemig Distribuição – além de contribuições de concessionárias de transmissão locais. 

O estudo recomenda a implantação da nova subestação 345/138 kV Leopoldina 2 e de duas novas linhas de transmissão 345 kV, que darão maior confiabilidade ao atendimento elétrico da Zona da Mata Mineira, em especial à malha de distribuição da Energisa Minas Gerais, que ganhará um segundo ponto de atendimento da Rede Básica. Adicionalmente, foi recomendada a adequação da SE 345/138 kV Padre Fialho – com expansão da transformação de fronteira e construção de um novo barramento 138 kV – além de reforços no sistema de distribuição local, tanto da Energisa Minas Gerais, quanto da Cemig Distribuição. 

Estima-se que o programa de obras exigirá investimentos totais da ordem de R$ 497 milhões, sendo R$ 394 milhões na Rede Básica/Rede Básica de Fronteira e de R$ 103 milhões no Sistema de Distribuição, sendo R$ 85 milhões a serem executados pela Energisa Minas Gerais e R$ 18 milhões pela Cemig Distribuição. 

A nota técnica NT DEA 010/18, que está anexa ao relatório e contempla as análises socioambientais dos reforços recomendados, traz também informações quanto à visita de campo realizada pela equipe da EPE, com o intuito de prospectar áreas para a implantação da SE Leopoldina 2. A visita está em inserida num contexto em que a EPE vem trabalhando para minimizar as incertezas para o mercado na implantação de projetos como o da SE Leopoldina 2, que terá uma área de aproximadamente 200 mil m² (equivalente a 28 campos de futebol), de forma a comportar possíveis expansões futuras em 500 kV vislumbradas pela equipe da STE. 

A participação dos agentes envolvidos, além da análise socioambiental preliminar com visita de campo, forneceram maior transparência, consistência e confiabilidade no processo de planejamento da expansão da transmissão sob responsabilidade da EPE.

Clique no link para acessar a  Estudo de Atendimento à Zona da Mata Mineira e Região da Mantiqueira.


Notícias Relacionadas

EPE publica estudos de levantamento de dados de eficiência energética na indústria brasileira

12/12/2018 - No sentido de fortalecer a disponibilidade dados primários para o planejamento de ações de promoção de eficiência energética, a EPE publica os resultados de estudo de levantamento de dados sobre diversos setores industriais. Trata-se de estudo denominado “Análise da Eficiência Energética em Segmentos Industriais Selecionados”, que se insere no âmbito do Projeto META (Projeto de Assistência Técnica dos Setores de Energia e Mineral), com financiamento do Banco Mundial. A execução foi descentralizada do MME para EPE.

EPE e Rosatom promovem reunião sobre reatores nucleares modulares

11/12/2018 - Foi realizada na EPE neste dia 10 de dezembro, das 10:00 às 12:00, reunião técnica “Perspectivas Tecnológicas de SMR (Small Modular Reactor)”. O tema foi a tecnologia dos reatores nucleares modulares, conhecidos também como SMR. A reunião se insere no âmbito dos estudos de planejamento energético de médio e longo prazo, tais como o Plano Nacional de Energia 2050. O presidente da EPE, Reive Barros, abriu e participou da reunião. A reunião teve apoio e participação da empresa russa Rosatom, cujo Presidente para a América Latina, Ivan Dybov, também esteve presente.

EPE, ONS e CCEE divulgam projeção da carga para o período de 2019 a 2023

30/11/2018 - A a Empresa de Pesquisa Energética – EPE, divulgou, em conjunto com o Operador Nacional do Setor Elétrico – ONS e a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica – CCEE, a Previsão de carga para o Planejamento Anual da Operação Energética - Ciclo 2019 (2019-2023). A expectativa é que o crescimento da carga para o Sistema Interligado Nacional (SIN) seja de 3,6% para 2019, sendo que nos próximos cinco anos a previsão é de um aumento de 3,7% ao ano

Resenha Mensal: Consumo de eletricidade subiu 1,1% em relação ao mesmo mês de 2017.

30/11/2018 - O consumo de eletricidade na rede totalizou 39.742 GWh em outubro, com variação de +1,1% em relação ao mesmo mês de 2017. Conforme as regiões geográficas, houve crescimento no Nordeste (+3,3%), no Sudeste (+1,0%), no Sul (+0,7%) e no Centro-Oeste (+5,6%) e retração no Norte (-6,9%). Dentre as principais classes de consumo, o destaque em outubro foi a residencial, com alta d e 2,1%. Houve progressos na classe comercial (+1,1%) e na industrial (+0,8%).

Workshop do mercado de energia elétrica, realizado pela Comissão Permanente de Análise e Acompanhamento do Mercado de Energia Elétrica – COPAM, sob coordenação da DEA/SEE.

21/11/2018 - Nos dias 12 e 13 de novembro, recebemos no auditório do 9º andar cerca de 30 representantes das distribuidoras de energia elétrica em mais uma edição dos workshops no âmbito da COPAM, fórum coordenado pela SEE, com a equipe de mercado sob a responsabilidade da Superintendente Adjunta Carla Achão, cujo objetivo é a troca de experiências e informações entre os agentes e a EPE para o aprimoramento das metodologias utilizadas