EPE publica o Anuário Estatístico de Energia Elétrica 2018

A Empresa de Pesquisa Energética - EPE disponibiliza as planilhas eletrônicas (workbook) do Anuário Estatístico de Energia Elétrica 2018, nas quais estão disponíveis os dados consolidados de consumo de energia elétrica na rede de distribuição nos últimos cinco anos, com ênfase no ano de 2017 (ano base). Em 2017, após dois anos de queda, o consumo de eletricidade no país cresceu 1,2% em relação a 2016, alcançando 467 TWh, mantendo o Brasil entre os dez maiores consumidores do mundo. As regiões Sul e Centro Oeste lideraram o crescimento, com taxas de 3,1% e 2,4%, mas a região Sudeste segue sendo a região de maior participação no consumo do país, representando praticamente 50% do total. O setor industrial segue sendo o maior consumidor, com quase 36% do total, seguido do setor residencial, com cerca de 29%. 

O Anuário é produzido a partir dos dados coletados junto aos agentes participantes do setor elétrico brasileiro, especialmente as concessionárias de distribuição de eletricidade e os grandes consumidores livres, os quais são consolidados pela EPE e apresentados em tabelas em diversas segmentações: por regiões, estados, subsistemas elétricos, classes de consumo, tensão de fornecimento, dentre outras. EPE registra aqui seu agradecimento às empresas e seus representantes pela cooperação na execução desse trabalho.

O Anuário também traz compilação de dados de carga do Sistema Interligado Nacional e Sistemas Isolados, fornecidos pelo Operador Nacional do Sistema – ONS, de preços e tarifas obtidos da Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL e da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica – CCEE, de onde também se obtêm os dados de número de agentes participantes do mercado de contratação livre.

Além disso, um dos capítulos é dedicado ao contexto internacional, no qual se busca situar o Brasil em relação aos demais países e regiões do mundo, para o que se toma por base os dados disponibilizados pela U.S. Energy Information Administration – EIA, bem como dados de geração elétrica do Balanço Energético Nacional – BEN, estes também produzidos pela EPE.

As estatísticas disponibilizadas no workbook consolidam as informações de consumo publicadas em caráter preliminar nas edições mensais da Resenha do Mercado. Esta publicação é resultado do trabalho conjunto com os agentes do setor, realizado no âmbito da Comissão Permanente de Análise e Acompanhamento do Mercado de Energia Elétrica – COPAM, sob a coordenação da EPE e com participação de agentes de distribuição, ONS e CCEE. 

Dois pontos merecem atenção: (i) devido ao expressivo crescimento do consumo livre e a agregação de grandes consumidores na base de dados da EPE, as séries históricas foram revisadas e recalculadas para os anos anteriores a 2017, determinando elevação no volume de eletricidade consumido nesses anos; e (ii) o não fornecimento tempestivo dos dados por alguns agentes delongou o processo de produção desta edição e impacta as estatísticas de número de consumidores do estado do Rio de Janeiro para o ano de 2016 nas classes Comercial, Rural, Poder Público, Iluminação Pública, Serviço Público e Consumo Próprio.

Por outro lado, uma novidade merece destaque: A EPE recebe solicitações dos cidadãos em seus canais de atendimento, algumas das quais são recorrentes e acabam por determinar adaptações nos produtos disponibilizados ao público. Esse foi o caso do desenvolvimento e incorporação na edição deste ano do Anuário das tabelas com os dados de número de consumidores por tensão de fornecimento nas principais classes de consumo (tabelas 3.52 a 3.60).

Na tabela abaixo estão sintetizados os dados de 2017 conforme as regiões geográficas e principais classes de consumo. 

Consumo de eletricidade em 2017 ​ ​ ​

 
2017
GWh
    Variação
em relação a 2016
Participação
no total em 2017
Brasil467.1611,2 
Residencial
134.368
1,128,8
Industrial167.3981,335,8
Comercial
88.2920,518,9
Norte    34.510 0,77,4
Residencial       9.497 0,227,5
Industrial
     15.204 1,1
44,1
Comercial       4.909 0,014,2
Nordeste    79.731 0,317,1
Residencial
     27.059 0,633,9
Industrial     22.370 -1,428,1
Comercial     14.255 -0,517,9
Sudeste  232.515 0,749,8
Residencial
     65.255 0,728,1
Industrial     88.828 0,938,2
Comercial     46.877 0,020,2
Sul    84.997 3,118,2
Residencial
     21.247 2,625,0
Industrial     32.258 4,438,0
Comercial     14.969 2,417,6
Centro-Oeste    35.408 2,47,6
Residencial     11.311 3,131,9
Industrial       8.737 0,824,7
Comercial       7.282 1,8
20,6

Nota: participação das classes no consumo das regiões; participação das regiões no consumo do país.

Os dados completos podem ser acessados em Anuário Estatístico de Energia Elétrica


Notícias Relacionadas

Aprovação da Política de Integridade da EPE

12/12/2018 - O Conselho de Administração da EPE aprovou no dia 30 de outubro de 2018 a Política de Integridade da Empresa, por meio da DCA nº 02/168ª. A Política de Integridade firma a compreensão, conceito e diretrizes do exercício moral e ético de todos na empresa. A Política de Integridade, a partir do compromisso assumido de todos, reforça o modus operandis de uma empresa forte, solidária e dinâmica. Trata-se do propósito de sermos a melhor referência no ato de subsídio ao planejamento energético do país, o que acaba por reforçar o nosso papel estratégico de empresa de Estado.

EPE publica estudos de levantamento de dados de eficiência energética na indústria brasileira

12/12/2018 - No sentido de fortalecer a disponibilidade dados primários para o planejamento de ações de promoção de eficiência energética, a EPE publica os resultados de estudo de levantamento de dados sobre diversos setores industriais. Trata-se de estudo denominado “Análise da Eficiência Energética em Segmentos Industriais Selecionados”, que se insere no âmbito do Projeto META (Projeto de Assistência Técnica dos Setores de Energia e Mineral), com financiamento do Banco Mundial. A execução foi descentralizada do MME para EPE.

EPE e Rosatom promovem reunião sobre reatores nucleares modulares

11/12/2018 - Foi realizada na EPE neste dia 10 de dezembro, das 10:00 às 12:00, reunião técnica “Perspectivas Tecnológicas de SMR (Small Modular Reactor)”. O tema foi a tecnologia dos reatores nucleares modulares, conhecidos também como SMR. A reunião se insere no âmbito dos estudos de planejamento energético de médio e longo prazo, tais como o Plano Nacional de Energia 2050. O presidente da EPE, Reive Barros, abriu e participou da reunião. A reunião teve apoio e participação da empresa russa Rosatom, cujo Presidente para a América Latina, Ivan Dybov, também esteve presente.

Personalidades do setor energético brasileiro foram homenageadas no Oscar da Energia

10/12/2018 - Terceira edição do 100 Mais Influentes da Energia aconteceu na noite de quinta-feira (06/12) na capital paulista, com presença de autoridades do setor.Um evento setorial para fechar com chave de ouro o ano de 2018. Na noite da última quinta-feira (6 de dezembro), no Centro de Convenções Rebouças, em São Paulo (SP), mais de 350 pessoas prestigiaram o “100 Mais Influentes da Energia”, que homenageou cem personalidades de vários segmentos do setor energético brasileiro.

CEM Days - Integração de Renováveis no Setor Elétrico: Caminhos e Desafios para o Planejamento Energético"

06/12/2018 - Nos dias 21 a 23 de novembro aconteceu no Rio de Janeiro o “CEM Days - Integração de Renováveis no Setor Elétrico: Caminhos e Desafios para o Planejamento Energético”. O evento, organizado pela EPE, aproveitou a sinergia internacional proporcionada pela Clean Energy Ministerial (CEM), fórum global em nível de governo que visa promover políticas e programas para a adoção de tecnologias de energias limpas, compartilhamento de lições aprendidas e melhores práticas e encorajamento para a transição para uma economia global de baixo carbono.