EPE publica Plano Indicativo de Processamento e Escoamento de Gás Natural - PIPE

O Plano Indicativo de Processamento e Escoamento de Gás Natural - PIPE tem como objetivo apresentar os projetos de gasodutos de escoamento e unidades de processamento de gás natural (UPGNs) previstos para construção e entrada em operação no Brasil, além dos projetos que podem vir a ser implementados nos próximos anos no País, de forma indicativa.

Este estudo constitui-se em uma ferramenta de planejamento para o setor de gás natural, além de permitir uma série de ganhos para os agentes de mercado e a sociedade, reduzindo a assimetria de informação sobre potenciais de produção líquida, capacidade de processamento, condicionantes socioambientais e propostas de traçados, contribuindo para a identificação pela indústria de oportunidades de novos gasodutos e UPGNs que não tenham sido capturadas no ciclo de planejamento vigente. Além disso, contribui para a coordenação de expectativas e interesses entre os agentes da indústria de gás natural visando à promoção de investimentos em gasodutos de escoamento e plantas de processamento de gás natural no País.

O presente Plano apresenta um breve panorama da infraestrutura de escoamento e processamento de gás natural existente, prevista e indicativa no Brasil. Em seguida, são abordadas a metodologia utilizada para a escolha das alternativas de expansão das rotas de escoamento e posterior processamento, bem como as análises técnicas, econômicas e socioambientais realizadas, sendo descritas as alternativas analisadas pela EPE. Ao final, os resultados do estudo são apresentados de forma resumida e comentados de forma conjunta, avaliando-se os condicionantes que podem influenciar na sua viabilidade, bem como nas perspectivas de implementação de cada projeto.

No presente ciclo do PIPE, foram mapeados 11 projetos indicativos de gasodutos de escoamento (totalizando cerca de 2.100 km de extensão) conectados a UPGNs, sendo 7 deles baseados em volumes de gás natural provenientes do pré-sal e 4 baseados em volumes de gás natural provenientes do Pós-Sal. Os investimentos referentes aos projetos estudados totalizam cerca de R$ 40 bilhões, sendo que as despesas esperadas dependerão da escolha do traçado a ser construído dentre as opções mapeadas para cada projeto.

Plano Indicativo de Processamento e Escoamento de Gás Natural - PIPE 

Notícias Relacionadas

EPE publica NT sobre Projetos Fotovoltaicos nos Leilões de Energia

24/01/2020 - O documento apresenta um resumo da participação dessa fonte nos leilões A-4/2019 e A-6/2019, discutindo aspectos do cadastramento e da habilitação técnica. A seguir, as principais características técnicas dos projetos são resumidas em uma perspectiva histórica, destacando-se as novidades tecnológicas dos certames mais recentes.

EPE publica o Roadmap Eólica Offshore Brasil

23/01/2020 - Atenta à expansão observada para a fonte eólica offshore no cenário internacional nos últimos anos e às movimentações relacionadas à proposição de projetos eólicos offshore que têm ocorrido no mercado brasileiro, a Empresa de Pesquisa Energética – EPE desenvolveu o Roadmap Eólica Offshore Brasil, estudo inteiramente dedicado a essa fonte.

EPE cadastra 1.528 empreendimentos para o Leilão de Energia Nova A-4 de 2020

21/01/2020 - Foi concluído nesta sexta-feira, 17/01/2020, o cadastramento dos projetos para participação no Leilão de Energia Nova “A-4” de 2020. Anunciado pelo Ministério de Minas e Energia por meio da Portaria nº 455/2019, o Leilão está previsto para ser realizado em 28 de maio, com participação das fontes renováveis eólica, solar fotovoltaica, termelétrica a biomassa e hidrelétrica. O início de suprimento dos projetos deverá ocorrer até 1° de janeiro de 2024.

EPE publica o Boletim de Conjuntura da Indústria do Óleo & Gás do 2º semestre/2019

17/01/2020 - Nesta edição, o Boletim de Conjuntura da Indústria do Óleo & Gás apresenta o Panorama da Arábia Saudita. O texto descreve um breve histórico do desenvolvimento da indústria petrolífera saudita, além de abordar sobre as suas reservas, produção e exportação, e apresentar as principais infraestruturas de gás natural, refino e logística. Além disso, o Panorama discute a dependência do país ao setor de petróleo e os caminhos que o governo saudita tem buscado para diversificar a sua atividade econômica.

EPE, ONS e Aneel divulgam Nota Técnica com Metodologia, Premissas e Critérios para o cálculo das margens do Leilão de Energia Nova A-4/2020

10/01/2020 - A Empresa de Pesquisa Energética - EPE divulga Nota Técnica conjunta com o Operador Nacional do Sistema - ONS (EPE-DEE-RE-0103/2019/ONS NT 135/2019) referentes à metodologia, premissas, critérios e configuração do sistema elétrico