Flexibilidade no sistema elétrico é tema de evento e publicação conjunta da EPE, MME e Ministério Alemão de Economia e Energia

A EPE e o MME, em parceria com o Ministério Alemão da Economia e Energia (BMWi), com o apoio da Agência Alemã para a Cooperação Internacional (GIZ) organizaram o Workshop " Untapping flexibility in power systems", com o objetivo de discutir estratégias para a garantia de flexibilidade operacional nos seus sistemas elétricos, especialmente diante do crescimento das fontes renováveis na matriz, notadamente a energia eólica e a solar fotovoltaica. O evento foi realizado no Rio de Janeiro, em 6 de outubro de 2017, nas instalações da EPE, com apresentações e debates com especialistas do Brasil e da Europa.

A abertura teve falas do Presidente da EPE, Luiz Augusto Barroso, do diretor do MME, Carlos Alexandre Pires, e do Chefe Adjunto da Divisão de Renováveis da BMWi, Ralf Christmann. Entre os convidados, especialistas de instituições relevantes do setor elétrico brasileiro, como EPE, CCEE, CEPEL e ONS, além de Christian Segnitz, representante da embaixada alemã.

As apresentações começaram com uma visão abrangente dos sistemas elétricos brasileiro e alemão e os principais fatores que explicam a crescente necessidade de flexibilidade operacional, sobretudo a penetração de fontes como eólica e solar. Uma das apresentações abordou o conceito inovador de "Virtual Power Plant", que faz uso da tecnologia para agregar recursos energéticos distribuídos e oferecer serviços para o sistema (incluindo gerenciamento pelo lado da demanda), em um ambiente competitivo. Outra apresentação abordou o "Flexibility Tracker", ferramenta para avaliar como os sistemas estão desenvolvidos em termos de flexibilidade. Por fim, foram debatidos diversos possíveis ajustes nos sinais do mercado e nas disposições regulatórias para viabilizar a oferta eficiente de flexibilidade para a operação dos sistemas elétricos.

Ao final, as instituições produziram um relatório que traz uma síntese das apresentações e discussões, documento que pode ser acessado no link abaixo.

Untapping flexibility in power systems

 

8.jpg

 

Você também pode acessar este vídeo produzido pela EPE sobre a importância da flexibilidade e como esse tema está sendo pensado nos estudos de planejamento energético.





Notícias Relacionadas

Com apoio da EPE e do MME, a Agência Internacional de Energia (AIE) promove uma palestra sobre Instrumentos de mercado para eficiência energética

16/08/2018 - A apresentação está inserida no âmbito de uma série de webinars sobre a eficiência energética, promovida pela Agência Internacional de Energia.

Leilões de Energia Existente A-1 e A-2 de 2018: EPE disponibiliza Informe Técnico sobre Preços de Referência dos Combustíveis para as Usinas Termelétricas

14/08/2018 - A Empresa de Pesquisa Energética disponibiliza, no link abaixo, o Informe Técnico com as referências de preços de combustíveis para os Leilões de Energia Existente A-1 e A-2 de 2018.

Caso Base do Leilão de Energia Nova A-6/2018 - Cálculo das Garantias Físicas

31/07/2018 - A Empresa de Pesquisa Energética – EPE disponibiliza, na área de leilões de energia, o caso base com os arquivos de dados para os modelos NEWAVE e SUISHI, utilizados no cálculo das Garantias Físicas de Energia dos empreendimentos hidrelétricos e termelétricos com CVU diferente de zero, para participação no Leilão de Energia Nova A-6/2018.

Resenha Mensal: Consumo de Energia Elétrica Caiu em Junho

30/07/2018 - Greve Dos Caminhoneiros Impactou O Consumo De Energia Elétrica No Mês O consumo de energia elétrica na rede totalizou 37.791 GWh em junho, volume 0,4% inferior ao do mesmo mês de 2017. A região Norte (-10,4%) puxou este resultado em função da queda da atividade de consumidores eletrointensivos industriais do norte do país.

Estudos Socioambientais da Usina Hidrelétrica Bem Querer: Reuniões públicas para divulgação do início dos estudos

20/07/2018 - De 23 a 28 de julho a Empresa de Pesquisa Energética – EPE promoverá Reuniões Públicas para divulgar o início dos estudos socioambientais da Hidrelétrica Bem Querer. O objetivo das reuniões é apresentar as principais atividades previstas na execução dos estudos socioambientais, a equipe responsável pelos estudos, além de informações sobre a usina e o processo de licenciamento ambiental.