Simulador para Avaliação de Viabilidade de Ônibus Elétrico da EPE

A EPE divulgou em maio de 2019 a ferramenta de avaliação de viabilidade técnico-econômica de ônibus elétricos urbanos, que pode ser acessada aqui. Os ônibus elétricos podem ser uma alternativa ao uso dos ônibus a diesel convencionais nas cidades brasileiras. E por meio do simulador da EPE é possível analisar a adoção destes veículos em frotas municipais e ao sistema de transporte público rodoviário.

Recentemente o tema voltou a ser pauta, no programa do Fantástico (Globo) do dia 8 de setembro. A reportagem mostra a cidade de Shenzhen, no sul da China, que tem o objetivo de construir uma economia sustentável com a base de energia renovável. A alternativa foi substituir as frotas de ônibus convencionais por elétricos.

A necessidade de conversão para veículos "limpos" se faz presente devido a redução da emissão de gás carbônico e da poluição sonora, dos menores custos operacionais e de manutenção a longo prazo. “Transportes sustentáveis são essenciais para ações climáticas, mas também para proteger a saúde de cidadãos. Um ônibus elétrico pode evitar até 60 toneladas de emissões de carbono todos os anos." Informação divulgada em artigo da ONU.  

O simulador da EPE é destinado ao mercado e à sociedade de maneira geral. Ferramentas para a avaliação de alternativas tecnológicas não se resumem apenas a estimular a adoção de novas tecnologias. Elas buscam também identificar as principais variáveis envolvidas no uso de cada alternativa, e permitem ao usuário verificar a sua viabilidade técnico-econômica, reduzindo assim a assimetria de informação envolvida no problema.

No Brasil ainda não há uma previsão para que este novo modelo de mobilidade urbana desembarque. Mas o compromisso do país no Acordo de Paris é de conseguir reduzir as emissões de gás carbônico em 37% em relação às emissões de 2005. A data limite para isto é 2025, com o objetivo de reduzir 43% das emissões até 2030 e de promover medidas de eficiência, melhorias na infraestrutura de transportes e no transporte público em áreas urbanas. A EPE como uma think tank já deu o primeiro passo para esta nova realidade.

onibus-eletricos-01.png


Notícias Relacionadas

Iniciamos a Transmissão ao Vivo do Seminário EPE: Petróleo, Gás e Biocombustíveis – Cenário Decenal

05/12/2019 - Já iniciamos a transmissão ao vivo do Seminário EPE: Petróleo, Gás e Biocombustíveis – Cenário Decenal, participe conosco!

EPE, ONS e CCEE divulgam projeção da carga para o período de 2020 a 2024

05/12/2019 - A Empresa de Pesquisa Energética – EPE, o Operador Nacional do Setor Elétrico – ONS e a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica – CCEE divulgaram os dados da Previsão de carga para o Planejamento Anual da Operação Energética - Ciclo 2020 (2020-2024). Para o período 2020-2024, a previsão é de um crescimento médio da carga de 3,7% por ano.

EPE realiza III Workshop do Mercado de Energia Elétrica do ciclo 2019

02/12/2019 - A terceira edição do Workshop do Mercado de Energia Elétrica do ciclo 2019 ocorreu nos dias 21 e 22 de novembro no escritório da EPE do Rio de Janeiro. O fórum é uma das iniciativas da Comissão Permanente de Análise e Acompanhamento do Mercado de Energia Elétrica (COPAM) e reúne, além das concessionárias de distribuição de energia elétrica, outras instituições do setor, tais como o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) e a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE). Ele é coordenado pela Superintendência de Estudos Econômicos e Energéticos (SEE) da Diretoria de Estudos Econômico-Energéticos e Ambientais (DEA) da EPE.

EPE disponibiliza códigos-fonte e dados de entrada do modelo MDI empregados no PDE 2029

29/11/2019 - A EPE disponibiliza na íntegra os códigos-fonte e os dados de entrada do Modelo de Decisão de Investimentos (MDI) empregados no PDE 2029, que se encontra em Consulta Pública. Essa disponibilização tem como objetivos ampliar a transparência no processo de planejamento da expansão e permitir que a sociedade possa contribuir efetivamente para o desenvolvimento da modelagem matemática empregada nos estudos de planejamento.

EPE disponibiliza NT sobre Sistemas de Armazenamento em Baterias

29/11/2019 - Dentre as possíveis formas de armazenamento de energia, as baterias eletroquímicas se apresentam como candidatas potenciais a diversas aplicações no setor elétrico brasileiro, sobretudo por sua capacidade de resposta instantânea, modularidade e flexibilidade operativa e locacional, podendo ser utilizadas tanto em soluções centralizadas como distribuídas.