Terminais de Regaseificação de GNL no Brasil - Panorama dos Principais Projetos

Nos últimos leilões de energia no Brasil, boa parte dos projetos termelétricos bem-sucedidos traziam em seu modelo de negócio usinas termelétricas a gás natural vinculadas a terminais de GNL. Essa alternativa tem se mostrado uma das mais competitivas para a contratação de energia nova. O consequente aumento do número de projetos de terminais de GNL com objetivo de suprir gás natural para térmicas na costa brasileira poderia trazer para o mercado de gás natural uma maior diversidade de oferta.

Em um mercado aberto, conforme o que se desenha com o Novo Mercado de Gás, isso pode se tornar uma vantagem competitiva, uma vez que garante segurança operacional ao transportador e ao carregador, permitindo também o atendimento da demanda por meio de GNL no caso de paradas para manutenção na infraestrutura. Dessa forma, este documento apresenta um panorama dos principais projetos de terminais de regaseificação de GNL na costa brasileira e discute alguns pontos relevantes na tomada de decisão da construção dessas infraestruturas, como a diferença entre a construção de terminais em portos públicos ou terminais de uso privado fora da área de Porto Organizado, e as principais etapas para obter as licenças e autorizações para este tipo de terminal.

Nota Técnica - Terminais de Regaseificação de GNL no Brasil

Notícias Relacionadas

Iniciamos a Transmissão ao Vivo do Seminário EPE: Petróleo, Gás e Biocombustíveis – Cenário Decenal

05/12/2019 - Já iniciamos a transmissão ao vivo do Seminário EPE: Petróleo, Gás e Biocombustíveis – Cenário Decenal, participe conosco!

EPE apresenta Seminário de Petróleo, Gás e Biocombustíveis

05/12/2019 - Aconteceu nesta quinta-feira, 5, o seminário de Petróleo, Gás e Biocombustíveis na sede da EPE, no Rio de Janeiro. O objetivo foi apresentar o cenário decenal do setor. A mesa de abertura foi composta com o presidente da EPE, Thiago Barral, com o diretor de Estudos do Petróleo, Gás e Biocombustíveis, José Mauro Coelho, com o secretário-executivo adjunto do MME, Bruno Eustáquio, e com o diretor-presidente da Pré-Sal Petróleo S.A., Eduardo Gerk.

EPE, ONS e CCEE divulgam projeção da carga para o período de 2020 a 2024

05/12/2019 - A Empresa de Pesquisa Energética – EPE, o Operador Nacional do Setor Elétrico – ONS e a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica – CCEE divulgaram os dados da Previsão de carga para o Planejamento Anual da Operação Energética - Ciclo 2020 (2020-2024). Para o período 2020-2024, a previsão é de um crescimento médio da carga de 3,7% por ano.

EPE realiza III Workshop do Mercado de Energia Elétrica do ciclo 2019

02/12/2019 - A terceira edição do Workshop do Mercado de Energia Elétrica do ciclo 2019 ocorreu nos dias 21 e 22 de novembro no escritório da EPE do Rio de Janeiro. O fórum é uma das iniciativas da Comissão Permanente de Análise e Acompanhamento do Mercado de Energia Elétrica (COPAM) e reúne, além das concessionárias de distribuição de energia elétrica, outras instituições do setor, tais como o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) e a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE). Ele é coordenado pela Superintendência de Estudos Econômicos e Energéticos (SEE) da Diretoria de Estudos Econômico-Energéticos e Ambientais (DEA) da EPE.

EPE disponibiliza códigos-fonte e dados de entrada do modelo MDI empregados no PDE 2029

29/11/2019 - A EPE disponibiliza na íntegra os códigos-fonte e os dados de entrada do Modelo de Decisão de Investimentos (MDI) empregados no PDE 2029, que se encontra em Consulta Pública. Essa disponibilização tem como objetivos ampliar a transparência no processo de planejamento da expansão e permitir que a sociedade possa contribuir efetivamente para o desenvolvimento da modelagem matemática empregada nos estudos de planejamento.